Recomendações para prevenir a obesidade infantil

Publicado em por
Recomendações para prevenir a obesidade infantil

A OMS divulga guia com recomendações às famílias e cuidadores para que estimulem hábitos de vida mais saudáveis na primeira infância

A obesidade infantil já poderia ser considerada uma epidemia. Segundo dados da Organização Mundial da Saúde (OMS), uma em cada cinco crianças sofrem com o excesso de peso. Os números preocupam os órgãos sanitários sobre o aumento de riscos de sofrer doenças relacionadas com a obesidade, como a hipertensão e a diabetes.

Para enfrentar este problema, a OMS publicou um guia sobre atividade física, sedentarismo e sono para crianças de 0 a 4 anos, com recomendações aos pais. “Para crescer saudável, crianças necessitam sentar menos e jogar mais”, diz o título do comunicado feito para a divulgação do guia.

O Diretor-Geral da OMS, Dr. Tedros Adhanom Ghebreyesus afirma no documento que “a primeira infância é um período de rápido desenvolvimento e o momento quando os padrões de vida familiar podem ser adaptados para melhorar os ganhos com a saúde”.

No guia, a OMS recomenda:

  • A partir de um ano, realizar pelo menos três horas de atividade física ao dia
  • Até os dois anos, proibir o acesso às telas (computador, televisão, aparelhos de telefone, etc)
  • A partir dos dois anos, limitar o acesso às telas ao máximo uma hora diária
  • Cuidar das horas de sono. Até um ano, a criança deve dormir entre 12 e 17 horas. Entre 1 e 2 anos, de 11 a 14 horas. E entre os 3 e 4 anos, devem dormir entre 10 e 13 horas.

Segundo a Dra. Fiona Bull, da OMS, “melhorando a atividade física, reduzindo as horas de sedentarismo e garantindo uma qualidade do sono em crianças pequenas melhorarão a saúde e o bem-estar físico e mental, e ajudam a prevenir a obesidade na infância e doenças associadas mais tarde”, disse.

O guia espera motivar a uma cultura mais ativa, já que ao estabelecer hábitos saudáveis no início da vida, será mais fácil mantê-los na adolescência e na vida adulta. A rotina diária deve ter mais horas de jogos e brincadeiras, e sedentarismo de qualidade em atividades de interação com os cuidadores, como por exemplo, leituras, músicas e quebra-cabeças.

A FUNIBER patrocina o Mestrado em Atividade Física e Saúde para profissionais interessados numa formação de qualidade que ofereça conhecimentos e ferramentas a favor do bem-estar físico e mental da população.

Fonte: La obesidad es una epidemia que se previene desde la cuna

Guia sobre atividade física, sedentarismo e sono