Publicado em por
Tese: Autoestima e qualidade de vida diminuem em idosos desdentados
Gerontologia | , , , , , , , , , , , , , , , , ,

Tese: Autoestima e qualidade de vida diminuem em idosos desdentados

Tese da aluna bolsista pela FUNIBER explora a percepção e a autoestima com a perda da dentadura nos idosos de um centro gerontológico da Costa Rica

A aluna Ana Lucía Soto Ocampo, bolsista pela FUNIBER, apresentou sua tese “Percepção e sentimentos de um grupo de idosos diante da condição de edêntulos, no Centro-dia de Santa Bárbara de Heredia, 2014” (Costa Rica), para finalizar seus estudos de Mestrado em Gerontologia titulado pela Universidad Internacional Iberoamericana (UNINI-México)

Continuar lendo

Publicado em por
Estudo investiga como os idosos olham em relação ao envelhecimento ativo
Gerontologia | , , , , , , , , , , , , , , , ,

Estudo investiga como os idosos percebem o envelhecimento ativo

Em Montevidéu (Uruguai), um grupo de especialistas em enfermagem realizou um estudo em idosos para conhecer quais atribuições atribuem ao envelhecimento ativo e como eles veem a si mesmos neste processo

Os especialistas da Universidade Católica do Uruguai (Montevidéu) realizaram um estudo, em que participaram 11 idosos de 64 anos sob um método qualitativo com uma abordagem hermenêutica dialética para identificar aspectos relevantes sobre o seu desenvolvimento pessoal, alteração do estado físico, perdas, mudanças de papéis, etc. Continuar lendo

Publicado em por
Cada vez mais, avós dedicam-se ao cuidado de seus netos
Gerontologia | , , , , , , , , , , , , , , ,

Cada vez mais, avós dedicam-se ao cuidado de seus netos

Em todo o mundo, é cada vez mais comum que os avós se dediquem aos cuidados de seus netos

De acordo com os dados do Instituto Nacional de Estatística e Geografia do México (INEGI), dos 3 milhões de crianças que ficam em casa, 61% estão sob o cuidado de seus avós Continuar lendo

Publicado em por
Síndrome de fragilidade em idosos cresce no México
Gerontologia | , , , , , , , , , , , , , , , ,

Síndrome de fragilidade em idosos cresce no México

15% dos idosos na população mexicana sofre com a síndrome de fragilidade, uma doença que pode levar a hospitalizações, doenças crônicas e até a morte

Carolina Bernal López, presidenta da Associação de Geriatria e Gerontologia do Aguascalientes (México) afirma que um idoso que sofre de fragilidade é um paciente com a saúde delicada, propenso a desenvolver complicações. “Pode ter uma gripe e terminar hospitalizado, pode ter algo muito simples e ficar acamado ou até mesmo falecer. Por isso é importante fazer um bom diagnóstico e determinar quais idosos sofrem desta síndrome”, ressaltou. Continuar lendo