Publicado em por
Gerontologia | , , , , , , , , ,

Benefícios da terapia musical em pacientes com demência

Especialistas da Faculdade de Medicina, da Universidade de Extremadura de Badajoz (Espanha), desenvolveram uma pesquisa que busca conhecer os benefícios dos tratamentos com musicoterapia

Os resultados desta pesquisa apontam que o tratamento com musicoterapia é benéfico para melhorar as alterações comportamentais, a ansiedade e a agitação em pacientes com demência. Continuar lendo

Publicado em por
Idosos contam com tecnologias que podem melhorar suas vidas
Gerontologia | , , , , , , , , , , , , , , , , ,

Idosos contam com tecnologias que podem melhorar suas vidas

Aplicativos e plataformas digitais poderiam ajudar a melhorar a qualidade de vida dos idosos

O número de idosos vem aumentando em todo o mundo. Por exemplo, no México, mais de 60% da população com mais de 60 anos aumentou a demanda de serviço médico no Hospital Civil de Guadalajara “Frei Antonio Alcalde”, segundo declarações de seu diretor, Benjamim Becerra Rodríguez. Continuar lendo

Publicado em por
Pulseira vibratória diminui tremores em pessoas com Parkinson
Gerontologia | , , , , , , , , , , , , , , , ,

Pulseira vibratória diminui tremores em pessoas com Parkinson

A Microsoft lançou um relógio pulseira que vibra com o objetivo de compensar os tremores que afetam as pessoas com Parkinson. Este dispositivo foi batizado com o nome de Emma Watch

O Parkinson é uma doença crônica degenerativa do sistema nervoso que afeta a mais de 10 milhões de pessoas no mundo, segundo a Fundação para a Doença do Parkinson. Caracteriza-se pela falta de coordenação e rigidez muscular, assim como tremores, e embora ainda não se encontre cura para este mal, a Microsoft lançou um invenção que ajuda a diminuir esses tremores. Continuar lendo

Publicado em por
Esposas e filhas têm a carga mais pesada no cuidado de pacientes com Alzheimer
Gerontologia | , , , , , , , , , , , , , , , ,

Esposas e filhas têm a carga mais pesada no cuidado de pacientes com Alzheimer

Estudo norte-americano afirma que as esposas e as filhas são as que suportam a maior carga e responsabilidade no cuidado das pessoas com demência e/ou Alzheimer

Nos Estados Unidos 83% das famílias cuida de seus doentes com demência em casa, segundo a Associação de Alzheimer Associação de Alzheimer (Alzheimer’s Association). E as mulheres são quem se encarrega da maior parte dessa responsabilidade, disse Nicholas Bott, pesquisador de pós-doutorado na Universidade de Stanford, Califórnia. Continuar lendo