Ken Robinson: a escola está falhando com as crianças

Publicado em por
Ken Robinson: a escola está falhando com as crianças

Para um dos especialistas mais conhecidos internacionalmente na área de educação, é importante buscar modelos alternativos de ensino para estimular o interesse, o talento e as variadas inteligências dos alunos

As escolas funcionam como as cadeias produtivas industriais, diz uma das vozes mais influentes em educação, Ken Robinson. No livro Creative Schools (escolas criativas), ele sugere a necessidade de uma inovação no ensino que possibilite o desenvolvimento de diferentes graus de inteligência e a promoção de talentos dos alunos.

O escritor, nascido em Liverpool, é conhecido internacionalmente por sua conferência TED, realizada em 2006, que conta hoje com mais de 53 milhões de visualizações. Ele foi assessor em educação para diversos governos, incluindo o de Tony Blair e atualmente cobra caches altos para dar conferências.

Numa entrevista para o jornal El País, ele critica o sistema rígido das escolas que dividem as crianças por idade, aplica rotinas e calendários exigentes. “A escola é uma comunidade de pessoas que aprendem e a primeira coisa que deveria ser feita é misturá-las, não fazer da escola um lugar tão rígido”, afirma.

Mas para transformar a escola, uma das ferramentas principais é o trabalho do professor. “O professor decide o que fazer. Muito do que acontece na educação não tem nada a ver com legislação, mas com os hábitos”, diz. Além disso, movimentos sociais que possam desenvolver-se no entorno escolar podem influenciar para inovar e mudar o sistema educativo.

O autor critica ainda os exames internacionais como PISA que ao invés de ajudar a oferecer indicativos para melhora, passam a ser motivo de competição para os países e centros escolares. “Estes testes não ajudam ninguém”, opina.

Ele propõe no livro Creative Schools um enfoque educativo personalizado, capaz de usar os recursos disponíveis em tecnologia e formação humana para estimular o interesse dos estudantes, desenvolver o amor pelo aprendizado, e permitir que eles possam enfrentar os desafios reais.

Ken Robinson comenta ainda que há muitas escolas que já desenvolvem esta visão alternativa do que é o sucesso em educação, e indica o site  Alternative Education Resource Organization como referência para encontrar diferentes casos de escolas alternativas.

A FUNIBER patrocina o Mestrado em Educação, para oferecer uma formação de qualidade para os interessados nos desafios mais recentes no campo da educação.

Fontes:

“A escola tem uma visão muito limitada do que é a inteligência”

sirkenrobinson.com

Foto: Todos os direitos reservados