Publicado em por
Aulas sem carteiras, repensando os espaços educativos
Formação de Professores, Projetos

Aulas sem carteiras, repensando os espaços educativos

A tendência é que cada vez mais as aulas se adaptem às necessidades pedagógicas dos centros escolares e não ao contrário. Para isso, são propostos espaços amplos e de multiuso, com mobiliários coloridos

As aulas de uma escola têm que ser todas iguais? Ao invés de carteiras e cadeiras, poderiam ter outros elementos? Esta pergunta foi abordada pelo estúdio de arquitetura Bjarke Ingels Group durante o projeto da escola WeGrow, um centro que forma parte da companhia WeWork, localizado no bairro de Chelsea, em Nova Iorque. Continuar lendo

Publicado em por
O início do bilinguismo: quando e como começar
Formação de Professores

O início do bilinguismo: quando e como começar

Apesar dos debates se concentrarem sobre a melhor idade para começar a aprender um segundo idioma, especialista em Linguagem acredita que qualquer idade é boa, desde que se use uma metodologia adequada

Há uma polêmica ainda sem conclusão sobre o início do bilinguismo. Alguns pesquisadores acreditam que ensinar um segundo idioma para crianças pequenas pode ser inconveniente. Continuar lendo

Publicado em por
Alfabetizar imigrantes: programa espanhol ganha prêmio da UNESCO
Formação de Professores

Alfabetizar imigrantes: programa espanhol ganha prêmio da UNESCO

Um programa desenvolvido em Elche, na Espanha, ganha um dos Prêmios Internacionais de Alfabetização da UNESCO, que destacam programas de excelência e inovação no campo da alfabetização

O programa “Enseñanza de Español como lengua extranjera para personas adultas inmigrantes foi premiado por um prestigioso concurso realizado pela UNESCO para destacar iniciativas de alfabetização de destaque. O programa foi realizado pela fundação espanhola Elche Acoge, na cidade de Elche, na Espanha, com o ensino da língua espanhola para imigrantes. Continuar lendo

Publicado em por
Integrando as novas tecnologias no aprendizado
Formação de Professores

Integrando as novas tecnologias para o aprendizado de um idioma estrangeiro

Experiência do projeto Erasmus+ Language School 2.0: How can technologies improve language learning?  mostra resultados positivos de trabalho cooperativo com novas tecnologias para o aprendizado de uma língua estrangeira

Um projeto realizado em alguns países europeus estimulou a cooperação entre alunos do ensino secundário de quatro escolas interessadas em melhorar as competências em língua estrangeira dos alunos. O projeto aplicou especialmente as novas tecnologias como suporte para o desenvolvimento de atividades. Continuar lendo