Como medir o impacto do Coaching?

Publicado em por
Como medir o impacto do Coaching?

A importância de medir o impacto dos processos de Coaching, também chamado R.O.I (retorno sobre investimento), no mundo dos negócios, permite que as organizações reconheçam a rentabilidade e os benefícios em termos econômicos

“A necessidade de prestar contas no Coaching está aumentando. E dado que nossa profissão continua crescendo e evoluindo, os contratadores cada vez mais sofisticados selecionarão Coachs apoiando-se na eficácia e no impacto do Coaching, além de questões como a química pessoal” assegura Lisa Ann EdwardsCoach executiva e criadora da ROI Methodology TM em Coaching.

Metodologia

Na ânsia de procurar formas que permitam medir o impacto do Coaching em diretores e/ou colaboradores de uma organização, Lisa Ann pesquisou autores como Donald Kirkpatrick e Jack Phillips para criar um método que permita avaliar os benefícios do acompanhamento profissional de um Coach e assim medir o R.O.I do Coaching. Dessa maneira, Lisa conseguiu elaborar uma metodologia, avalizada pela Escola Europeia de Coaching que conta com cinco níveis tangíveis de medição:

  1. Nível 1: Reação/Satisfação

Através de uma pesquisa de satisfação, recomenda-se medir o grau em que o coachee/cliente avalia o impacto que o processo de Coaching teve em sua vida, seja profissional e/ou pessoal.

  1. Nível 2: Aprendizagem

Trata-se de medir as novas aprendizagens adquiridas, assim como as transformações vividas pelo coachee/cliente. Para isso, é importante fazer previamente uma ‘autoavaliação’ para determinar as habilidades e competências que devem ser desenvolvidas, assim como os novos conhecimentos que é preciso adquirir. Outra forma de obter esta informação prévia pode ser entrevistando companheiros/chefes ou avaliando com exames os conhecimentos aprendidos.

  1. Nível 3: Aplicação e conduta

Pôr em prática o aprendido é uma forma de palpar os conhecimentos adquiridos, portanto, neste nível busca-se medir o número de ocasiões e em que percentagem o coachee/cliente colocou em prática seus novos conhecimentos e aplicou suas descobertas e aprendizagens. A medição pode ser realizada por autoavaliações ou entrevistas com companheiros/chefes.

Em todo processo de Coaching marca-se um objetivo de processo, consequentemente, neste nível também se mede o grau em que a implementação aproxima o coachee de seus objetivos.

  1. Nivel 4: Impacto econômico nos negócios

Acompanharemos o cliente para selecionar os indicadores de negócio e variáveis de medição que permitirão saber se o objetivo está sendo alcançado, com a finalidade de quantificar o impacto do processo do Coaching em seu cumprimento.

  1. Nível 5: ROI

Para calcular o retorno sobre investimento do processo, existe a seguinte fórmula:

ROI = ((lucros do programa – custos do programa) / custos do programa) x 100

Lisa Ann também faz referência a três níveis intangíveis do Coaching:

  1. Melhores níveis de satisfação do cliente.
  2. Melhores níveis de compromisso dos empregados.
  3. Melhores níveis da satisfação no trabalho.

Estes níveis também podem ser medidos através de pesquisas, questionários ou focus group como os utilizados para medir os níveis tangíveis.

Para os profissionais da área de Empresas que se dedicam à gestão de pessoas, pode ser interessante conhecer todos estes níveis, pois permitem oferecer o serviço de Coaching como um processo eficaz, rentável e com resultados para qualquer organização.

Na FUNIBER, contamos com uma especialização em Coaching, na qual se integram os conceitos vinculados ao Coaching como uma das metodologias mais inovadoras e eficazes para o desenvolvimento pessoal e das organizações.

 

Fonte de informação: ¿Por qué medir el ROI del coaching?

Foto: Todos os direitos reservados