Publicado em por
Combinação de ácidos graxos EPA e DHA pode prevenir doenças
Saúde e Nutrição

Combinação de ácidos graxos EPA e DHA pode prevenir doenças

O benefício real no organismo para a prevenção de doenças ocorre com a combinação dos ácidos EPA e DHA

Pesquisadores do grupo Química de Biomoléculas e Processos Alimentares da Universidad de Almería comprovaram que quando dois tipos de ácidos graxos ômega 3 se unem, eles produzem benefícios para a saúde. No estudo, o efeito individual de cada ácido em ratos foi avaliado, mas os resultados mostraram que é o efeito conjunto de ambos oferecem benefícios para a saúde, melhorando a capacidade preventiva em relação a certas doenças. Continuar lendo

Publicado em por
Milhares de peixes mortos no Paraguai
Meio Ambiente

Milhares de peixes mortos no Paraguai

Governo paraguaio, através da Secretaria do Meio Ambiente, investiga as causas da mortandade. As indústrias locais são as principais suspeitas

No Paraguai, a Secretaria do Meio Ambiente está analisando os motivos detrás da elevada quantidade de peixes mortos no rio “Confuso”, próximo à capital Assunção. Foram vistos entre 5 mil e 10 mil peixes mortos, de pequeno e médio porte, na segunda semana de outubro deste ano.

Continuar lendo

Publicado em por
Após terremoto, peixes de estanques fogem e ameaçam fauna local
Meio Ambiente

Após terremoto, peixes de estanques fogem e ameaçam fauna local

Após o terremoto ocorrido no México, milhares de espécies de peixes de cultivo se escaparam dos estanques e ameaçam a fauna nativa

O sismo, ocorrido no dia 19 de setembro, ocasionou no estado de Morelos, no México, danos na infraestrutura aquícola, permitindo a fuga de cerca de 830 mil peixes de espécies exóticas que podem causar impactos difíceis de prever nos ecossistemas naturais. Foram ao total 239 estanques de concreto danificados. Continuar lendo

Publicado em por
Salvar o futuro: a preocupante situação do Mar Mediterrâneo
Meio Ambiente

Salvar o futuro: a preocupante situação do Mar Mediterrâneo

Estudo apresentado na revista Nature mostra que o Mar Mediterrâneo está sofrendo uma saturação da atividade pesqueira em 93% das populações de peixes

O Centro Comum de Pesquisas da União Europeia (JRC, da sigla em inglês) apresentou esta semana um estudo na revista Nature em que se conclui que a atividade pesqueira no Mar Mediterrâneo está muito elevada. A saturação da sobrepesca poderia chegar a um ponto de não retorno, avaliam os especialistas. Continuar lendo