Um projeto de hortas sociais produz alimentos aos idosos sem recursos

Publicado em por

A iniciativa “Hortas Sociais” produz hortaliças para alimentar famílias de adultos sem recursos da cidade de Fortaleza (Brasil). Este projeto recebeu o Prêmio Projeto Inovador 2017 pelo município de Fortaleza.

Garantir a segurança alimentar dos idosos, incentivar a agricultura familiar nas cidades e favorecer a socialização das famílias de idosos sem recursos. Estes três são os objetivos buscados pelo programa “Hortas Sociais”, impulsionado pela Coordenadoria de Idosos do Município de Fortaleza (Brasil).

O “Hortas Sociais” foi lançado em 2014, como parte de uma campanha global para tornar Fortaleza em uma cidade amigável com a terceira idade. Conta com três estufas com uma superfície total de 2.250 m2. Nelas são cultivadas couves, tomates ou pimentões para alimentar a idosos de baixa renda.

Neste sentido, como explicou os impulsores do projeto, são os próprios beneficiários os responsáveis pelo cuidado das hortaliças. Deste modo, consegue melhorar sua qualidade de vida e conscientizar a todos sobre os hábitos alimentares saudáveis. A este respeito, o Mestrado em Gerontologia patrocinado pela FUNIBER forma profissionais capacitados para estimular às pessoas a seu cargo e animar eles para que cuidem de sua alimentação e de sua saúde.

Recentemente, o município de Fortaleza concedeu o Prêmio Projeto Inovador 2017 ao “Hortas Sociais”. Sérgio Gomes, membro da Coordenadoria de Idosos do Município de Fortaleza, aproveitou a ocasião para assegurar que o projeto é uma obra de tecnologia social. Também, manifestou que a iniciativa já é uma realidade em Fortaleza e que eles esperam que seja exportada às demais cidades do Ceará.

Fonte: Hortas Sociais para Idosos é Premiado em Fortaleza

Foto: Todos os direitos reservados.