Comodidade na hora de comprar em lojas

Publicado em por
qr-code-payment-for-shopping-hand-holding-mobile-phone-to-scan-the-sign-of-qr-code-and-grant-money-to-another-account

O uso de aplicativos no celular para escanear códigos que permitem realizar pagamentos gera benefícios de tempo para o cliente e menores custos para os estabelecimentos, segundo experiências

Um exemplo da tecnologia de automatização está nas lojas Kroger y BJ’s Wholesale Club, as quais deixam que os clientes escaneiem códigos UPC dos artigos à medida que avançam pelos corredores do comércio. Atualmente, o sistema funciona em 400 estabelecimentos nos Estados Unidos.

O aplicativo pode ser usado em qualquer tipo de produto e permite eliminar ou modificar as quantidades desejadas. Além disso, existe a possibilidade de que se possam pagar todos os produtos a partir do celular, embora continuem existindo caixas de registro ao finalizar as compras.

Assim mesmo, a empresa Walmart está provando o serviço em 120 lojas, enquanto que todas suas lojas Sam’s Clube, que somam ao redor de 600, já o deixam disponível.

Neste sentido, em relação às vantagens das compras por meio de códigos, o especialista em tecnologia, Samuel Fernández, sustenta que quando são usados códigos de escaneio, o leitor pode cometer erros durante sua leitura e corrigi-los ao mesmo tempo. Os mais complexos, os de nível H, permitem até 30% de erros. De forma que os códigos são legíveis inclusive quando estão parcialmente deteriorados.

Por outro lado, segundo um artigo publicado no The Guardian, o serviço de “compra, escaneia e preparado” (Scan-and-go) copia o experimento do Amazon com uma loja automatizada em Seattle, Estados Unidos. De acordo com o artigo, estas iniciativas poderiam significar o começo do fim para o pagamento tradicional em caixas registradoras nos supermercados, mantendo os temores de que a automatização eventualmente poderia eliminar milhões de empregos varejistas. Apenas no Reino Unido, existe 2,9 milhões de pessoas empregadas no comércio varejista.

Entretanto, um porta-voz da empresa inglesa de cooperação de consumo Co-op, que tem mais de 2.500 locais de alimentos e além de serviços legais, manifestou que a tecnologia de pagamento no corredor, atrairia aos compradores com pouco tempo que procuram uma experiência de compra rápida e “sem fricções” onde não teriam que fazer fila na caixa registradora.

O negócio dos membros Co-op se encontra nas etapas finais de um teste em uma loja no Reino Unido em Reading, Berkshire, que ainda não está aberta ao público.

Para os interessados nos alcances da tecnologia e seus usos, no Mestrado em Direção Estratégica em Engenharia de Software, patrocinado pela FUNIBER, busca-se formar profissionais da Engenharia de Software com a visão estratégica que lhes facilite situar o processo de desenvolvimento de software com uma perspectiva estratégica própria em suas empresas ou projetos.

Fonte: Ahora lo nuevo en las tiendas es el “escanea mientras compra”

Foto: Todos os direitos reservados