Publicado em por
Casas inteligentes para idosos
Gerontologia, Tecnologias TIC

Casas inteligentes para idosos

A proposta da Santa Casa da Misericórdia de Porto e da Fundação Vodafone em Portugal é construção de casas inteligentes para promover o bem-estar e a qualidade de vida dos idosos, promovendo a transformação digital nos países

Segundo a Associação Americana de Pessoas Aposentadas (AAPA), 90% dos idosos preferem permanecer em seus próprios lares enquanto envelhecem. Mesmo quando começam a exigir assistência diária ou cuidados contínuos durante seu retiro, 82% preferem ficar em suas casas. Continuar lendo

Publicado em por
Técnica de compor imagens com palavras ajuda a reter novo vocabulário
Gerontologia

Expectativa de vida no continente americano aumenta para 75 anos

Segundo o novo relatório Saúde nas Américas +2017 da OPS e OMS, há melhorias na saúde dos cidadãos do continente como a expectativa de vida, embora aponte desafios relacionadas com doenças emergentes e não transmissíveis

O relatório indica que as doenças emergentes e não transmissíveis como as cardiovasculares, respiratórias crônicas, o câncer e a diabetes, são causas de quatro de cada cinco mortes anuais no continente americano. Por exemplo, 1,3 milhões de pessoas morreram de câncer em 2012, 45%, delas menores de 70 anos. Continuar lendo

Publicado em por
Segurança de pacientes nos centros geriátricos
Gerontologia

Segurança de pacientes nos centros geriátricos

O tratamento e a condição em que os idosos são cuidados em alguns centros geriátricos podem ser críticos, evidenciando abuso e violação dos direitos humanos, de acordo com estudos

A Organização Mundial da Saúde (OMS), na Declaração de Toronto, define o abuso aos idosos como “ação única ou repetida, ou a falta de medidas adequadas, que causa danos ou angústia a uma pessoa idosa e que ocorre dentro de qualquer relacionamento onde há uma expectativa de confiança”. Continuar lendo

Publicado em por
Relação entre funções cognitivas e congelamento da marcha
Gerontologia

Relação entre funções cognitivas e congelamento da marcha

A perda cognitiva pode contribuir para o surgimento do congelamento da marcha (CDM) em pacientes com Parkinson segundo estudo

Um estudo, publicado na Revista Neurologia, analisou se os parâmetros cognitivos e cinemáticos estão relacionados com o congelamento da marcha (CDM) em pacientes com Parkinson. Os resultados evidenciam que em estados avançados da doença, pode aparecer uma alteração motora chamada congelamento da marcha (freezing of gait), devido às funções cognitivas e executivas do paciente. Continuar lendo