Publicado em por
As fraturas por osteoporose entre homens e mulheres
Esportes, Saúde e Nutrição | , , , , , , , , , , , , , , , , ,

Nos EUA, fraturas por osteoporose podem ser mais letais entre os homens

As mulheres sofrem mais fraturas por causa da osteoporose, mas entre os homens, estas lesões têm mais risco de mortalidade, aponta estudo

A osteoporose é uma doença na qual os ossos se enfraquecem. De acordo com um estudo realizado na Universidade de Califórnia, nos Estados Unidos, os homens têm maior probabilidade, em relação às mulheres, de morrer após uma fratura ocasionada em função da osteoporose. Continuar lendo

Publicado em por
Azeite de oliva reduz risco de fratura osteoporótica
Gerontologia | , , , , , , , , , , , , ,

Azeite de oliva reduz risco de fratura osteoporótica

Pesquisadores identificaram que consumir entre 4 e 5 colheres de azeite de oliva por dia reduz em até 51% o risco de sofre uma fratura osteoporótica

O estudo realizado pelo Centro de Pesquisa Biomédica em Rede – Fisiopatologia da Obesidade e da Nutrição (CIBEROBN) e pela Universidade Rovira i Virgili (URV) identificou que o consumo de azeite de oliva virgem permite reduzir o risco de fratura osteoporótica. Para realizar este estudo, foi feito um acompanhamento das atividades de 870 pessoas com idade entre 55 e 80 anos, durante 9 anos. Continuar lendo

Publicado em por
funiber-osteoporosis
Gerontologia | , , , , , , , , , , , ,

3 milhões de pessoas sofrem osteoporose na Espanha

As pessoas idosas com osteoporose podem sofrer fraturas no quadril, pulso ou vértebras

A Sociedade Espanhola de Reumatologia informou que 3 milhões de pessoas na Espanha sofrem de osteoporose. Estima-se que 30% das mulheres sofrem de osteoporose depois da menopausa e metade das mulheres, acima de 50 anos, têm sofrido fraturas no quadril, pulso ou vértebras. Continuar lendo

Publicado em por
Gerontologia | , ,

Mulheres espanholas devem melhorar o consumo de cálcio para prevenir a osteoporose

De acordo com dados divulgados por especialistas, na Espanha, oito de cada dez mulheres não consomem as quantidades necessárias de cálcio para garantir a saúde de seus ossos. Os dados epidemiológicos revelam que as mulheres constituem 66% dos pacientes tratados por osteoporose ou doenças similares. Para reverter esse problema, é necessário que as mulheres espanholas se preocupem em ter uma alimentação equilibrada e assegurem uma adequada ingestão de cálcio, vitamina D e vitamina K. Continuar lendo