Publicado em por
Como medir o impacto do Coaching?
Empresas, Direção e RH | , , , , , , , , , , , , , , , , ,

Como medir o impacto do Coaching?

A importância de medir o impacto dos processos de Coaching, também chamado R.O.I (retorno sobre investimento), no mundo dos negócios, permite que as organizações reconheçam a rentabilidade e os benefícios em termos econômicos

“A necessidade de prestar contas no Coaching está aumentando. E dado que nossa profissão continua crescendo e evoluindo, os contratadores cada vez mais sofisticados selecionarão Coachs apoiando-se na eficácia e no impacto do Coaching, além de questões como a química pessoal” assegura Lisa Ann EdwardsCoach executiva e criadora da ROI Methodology TM em Coaching. Continuar lendo

Publicado em por
Consumo de algas e tunas pode reduzir Parkinson e Alzheimer
Gerontologia | , , , , , , , , , , , , , , ,

Consumo de algas e tunas pode reduzir Parkinson e Alzheimer

Extratos de algas e frutos dos cactos podem ajudar na luta contra o Parkinson e Alzheimer

Uma pesquisa realizada por cientistas da Universidade de Malta (UM) descobriu propriedades do cacto espinhoso, também chamado tuna, assim como das algas castanhas, conhecidas também como algas pardas, que poderiam ajudar a interromper um processo chave que o Parkinson e o Alzheimer se apoderam. Continuar lendo

Publicado em por
Equipe internacional estuda genoma da quinoa
Saúde e Nutrição | , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

Equipe de pesquisadores internacionais estuda genoma da quinoa

Altos valores nutritivos e resistência da planta são atrativos da quinoa como alimento

A demanda pela quinoa vem crescendo rapidamente nos últimos anos. O interesse pelos valores nutritivos do grão e a alternativa ao glúten são os principais chamativos desta planta que existe há milhares de anos, mas que só agora despertou a atenção do mundo. Continuar lendo

Publicado em por
Falta de atividade fisica pode indicar 71% mais de risco de câncer de mama
Esportes | , , , , , , , , , , , , , , , ,

Falta de atividade física pode aumentar em 71% o risco de câncer de mama

Estudo indica relação entre a falta de atividade física e o desenvolvimento de casos de câncer de mama na Espanha

O sedentarismo está relacionado ao risco de desenvolver câncer de mama. Esta é a  conclusão do estudo desenvolvido pelo Grupo GEICAM de Pesquisas em Câncer de Mama, na Espanha, que analisou pacientes de 23 hospitais no país para conhecer o impacto da atividade física para prevenir esta doença. Continuar lendo