Publicado em por
31 anos após o acidente em Chernobyl
Meio Ambiente | , , , , , , , , , , , , , , ,

31 anos após o acidente nuclear em Chernobyl

A trágedia de Chernobyl ainda tem efeitos sobre populações próximas ao acidente. Ativistas pedem reconhecimento dos riscos e alertam para novo projeto nuclear

No dia 26 de abril de 1986, há 31 anos, aconteceu o pior acidente nuclear da história. No momento morreram 31 pessoas em Chernobyl, na Ucrânia, com o impacto da energia nuclear. Instantes depois, cerca de 135 mil pessoas foram evacuadas da região, e desde então, milhares de casos de mortes com transtornos genéticos estão relacionados com a radiação gerada pela explosão do reator. Os números indicam que 500 mil pessoas morreram por causa do acidente. Continuar lendo

Publicado em por
Poluição poderia provocar efeito sobre HDL no corpo
Meio Ambiente, Saúde e Nutrição | , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

Poluição poderia provocar efeito sobre colesterol HDL no corpo

Estudo encontra efeitos da contaminação do ar sobre o colesterol HDL no corpo. A exposição aos contaminantes poderia aumentar o risco de desenvolver doenças cardiovasculares

Um estudo realizado pela Escola de Saúde Pública de Seattle, nos Estados Unidos, e divulgado recentemente na revista Ateriosclerosis, Thrombosis and Vascular Biology, associa a contaminação do ar provocada pelo trânsito com o risco elevado de desenvolver doenças cardiovasculares. Continuar lendo

Publicado em por
O valor da água de luxo
Meio Ambiente | , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

O valor da água de luxo para o meio ambiente

A água de luxo pode causar graves riscos ao meio ambiente, alertam especialistas. Com o interesse da indústria da água pelas geleiras, um debate se faz necessário

Se a água é um direito de todos, como é possível a exploração de uma geleira para vender água? No Tibete, o governo aprovou, há dois anos, licenças para a exploração de geleiras do Himalaia para a venda de água ao mercado de luxo. O analista do programa China Water Risk, Lio Hongquiao, comenta que dez importantes rios que fluem para o sul da Ásia dependem da zona e as alterações nesta fonte de água podem ter “impactos devastadores” para toda a região, disse. Continuar lendo

Publicado em por
FAO cria diretrizes para rastrear a pesca
Meio Ambiente | , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

FAO elabora diretrizes para evitar a pesca ilegal

A FAO está preparando medidas internacionais que sirvam para rastrear a venda de peixe, desde o momento da pesca até o consumo, e evitar a pesca ilegal

A Organização Mundial das Nações Unidas para a Alimentação e a Agricultura (FAO) está preparando novas diretrizes internacionais para controlar a pesca ilegal. Com as medidas, resultado do projeto “Diretrizes voluntárias sobre sistemas de documentação das pescas”, espera-se conseguir realizar um seguimento do peixe desde o seu ponto de captura até à mesa do consumidor. Continuar lendo